Os dogmas prejudicam gravemente a saúde.

Se há coisa que me incomoda mais do que cotão no umbigo e a Manuela Moura Guedes de bocarra aberta é o conservadorismo descabido do Vaticano. Durante a mais recente digressão papal a África, num continente onde a SIDA ceifa mais vítimas do que todas as guerras civis juntas, Bento XVI – anteriormente conhecido como Rat Singer -, continuou a bater obstinadamente na tecla do não-uso do preservativo. A sério. Este facto foi comprovado por várias testemunhas no local. Mais, chegou mesmo a incitar os nativos  a defenderem os tradicionais valores familiares africanos.  Quando Bento, o Dezasseis, fala em “tradição familiar” deve com certeza estar a falar, como refere, e bem, M. J. Marmelo, “da boa, velha e tradicional família poligâmica africana, de modo a que a ordeira e eficiente dispersão de qualquer vírus sexualmente transmissível esteja assegurada por várias gerações“. Se está a falar deste tipo de família tradicional, Bento XVI, deveria ser obrigado a ir do Vaticano a Fátima, a pé e descalço, em cima de agulhas infectadas com o HIV.  Poderia ser que Deus, Todo-Poderoso o poupasse. No entanto, se estava a pensar que a tradicional familia africana se rege pelos mesmos valores que uma tradicional familia europeia, então, o senhor Ratzinger merecia umas valentes réguadas nas mãos e uns açoites no rabo, como me fazia a minha professora primária cada vez que eu dizia algo sem nexo.

Desde que a Europa – com Portugal à cabeça – descobriu as virtudes de África, que aquela gente nunca mais teve descanso. Escravos, diamantes, petróleo, golpes de estado, ditadores, e agora a obtusidade e ignorância católicas. O problema é que muitos africanos darão ouvido ao Eminentíssimo Papa e, da próxima vez que uma enfermeira da Cruz Vermelha oferecer preservativos a alguém, poderá ter de fugir à frente de uma AK47.

Anúncios

6 pensamentos sobre “Os dogmas prejudicam gravemente a saúde.

  1. Olá, vim visitar (a partir do Bandeira ao Vento) e gostei, embora as cores não sejam as melhores para os meus olhos cansados. Também espreitei o egosciente1. Parabéns, espero voltar.
    BTW, ainda não tinha pensado no aspecto da tradicional família poligâmica africana: está bem visto.

  2. Obrigado pela visita, cara Gi. O egosciente 1.0 já esteve mais apresentável, mas infelizmente a falta de tacto deu naquilo. No entanto julgo que os seus olhos cansados ainda tolerariam menos o antigo aspecto. Lamento esse seu problema. Cá por mim, sou quase alérgico a cores demasiado claras. Nos outros não me importo, mas em mim, credo, sofro dores excruciantes na retina.

  3. Olha o RB! Sejas bem aparecido. Eu sei, eu sei, a falha é minha: perdi os links e ainda me falta recuperar alguns. Tenho que por a leitura do Pensamentos SGPS em dia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s