Smashing Gamepads

Outro gamepad no caixote do lixo. Pelo menos o que resta dele. A carenagem de plástico ficou em duas, já as placas com os circuitos integrados transformaram-se em pequenas lascas verdes com chips tristemente dependurados. Sofro uma doença mental grave, eu sei. O jogo corre mal e o gamepad, coitado, é que paga. Ainda bem assim. Bater na mesa dói: já cheguei a não conseguir abrir a mão direita durante dois dias. Estraçalhar um gamepad imaginando que é o pescoço do Henry é mais saudável: deixo de jogar (perder tempo) durante umas semanas, podendo assim dedicar-me a questões mais nobres (como escrever um post extremamente interessante como este, ou jogar um pouco de AutoCAD a ver se subo as receitas). Depois, o preço a que estes pedaços de plástico estão na Chinatown cá da zona até convida a comprá-los com o único propósito de os destruir. Lá vai mais um. O PES vai ficar a ganhar bolor até me apetecer gastar mais 5 mérreis; que é para aprender que quando eu jogo com o Sporting é para ganhar. Mesmo que seja na Liga dos Campeões; e não é um franciú que tem uma rima no nome que me vai impedir. Agora por causa disso estoirei o gamepad, portanto ninguém ganha. Ora toma!

Bom, vou fazer uns riscos. Deixem-se estar à vontade.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s