The King is Dead!

more-of-michael-jackson

Sejamos honestos: Michael Jackson era uma pessoa doente, perturbada, era uma criança de 8 anos presa num corpo de 50 – com todos os inconvenientes que isso possa ter. Quanto à música, pode ter tido muita importância a nível mundial, com 100 milhões de discos vendidos e mais não sei quê, mas para mim sempre foi só um excelente dançarino à frente de uma assombrosa máquina de marketing, que gostava de caminhar de costas e que apertava o saco colhanal para ter aquela voz aguda e suave de… 8 anos. E agora esticou o pernil. Bateu as botas. Já lá está, coitadinho, e Deus Nosso Senhor Todo Poderoso o mantenha lá durante muito tempo. Se o Mr. Moonwalker tinha aquele aspecto em vida, só nos meus mais loucos sonhos – e depois de ler a obra completa de Lovecraft sem pausas – o consigo imaginar morto.

Michael Jackson não morreu ontem, minha gente. Michael Jackson morreu há muito tempo, algures entre um Thriller e uma Billie Jean. Pode ter sido já de noite, depois de mais um extenuante dia de gravações e ensaios, quando percebeu que o mundo da pop nunca mais seria o mesmo depois dele; quando cedeu de vez a sua preciosa voz e as suas ágeis pernas às excentricidades do próprio ser e dos Popdólares. Depois disso caiu, inanimado, o Peter Pan de Indiana, apesar de nem ele próprio ter dado por isso.

* * *

Bolas, é preciso preciso morrer o Michael Jackson para escrever um post. Nem sei o que quer isto dizer, mas coisa boa não é de certeza.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s