Agora é que ninguém cala o Portas

O PS perdeu. Ficou à frente, sim. Mas perdeu. Houve direito a caravanas de apitos e bandeiras “Avançar Portugal” ao vento, o que, das duas uma: ou os foliões não perceberam o que verdadeiramente aconteceu; ou aqueles sorrisos eram mais amarelos que o Pica-Pau que vivia no tal Sítio. O PS perdeu a maioria absoluta e agora tem que aprender a governar de uma vez, já que teve 4 anos para o fazer mas nunca o fez com aproveitamento satisfatório. É como se fosse a primeira vez que governa. A estaca zero.

O CDS ficou à frente dos seus pequenos e médios partidos rivais. Parabéns para eles porque o povo tem memória curta. Não percebo a repulsa que este país tem pela verdadeira esquerda. Não percebo o que a nacionalização das maiores fontes de lucro portuguesas tem de mal (*) – exceptuando uma difusa colagem ideológica com os fantasmas soviéticos, coisa que só pode melindrar fracos de espírito.

O PSD foi o segundo derrotado da noite. E a culpa é deles mesmos. Tiveram hipóteses de escolher entre Menezes, Mendes ou mesmo Passos Coelho. Escolheram a Manuela. A questão é que agora terão de efectivamente ser oposição. Se o PSD trancar a sôtora Ferreira Leite na sala-de-estar repleta de naperons de crochet a ver a novela, com um cházinho e bolachinhas de água e sal no colo, e se arranjar um novo timoneiro capaz de fazer oposição a sério e incapaz de dar tiros nos próprios pés, as coisas dificilmente ficarão como estão.

E é isto. Os dois maiores partidos perderam redondamente, ou melhor, hemiciclamente. Os betos encharcam-se em Ballantine’s com gasosa enquanto os esquerdalhos lambem o orgulho ferido por estes e se preparam para 4 anos de emoções fortes na Assembleia da República com novos deputados.

(*) Correcção: “(…) a nacionalização de algumas das maiores fontes de lucro (…)”

Anúncios

2 pensamentos sobre “Agora é que ninguém cala o Portas

  1. Não percebo que a nacionalização das maiores fontes de lucro portuguesas tem de mal – é que alguns de nós lembram-se que já tentámos isto em 1975 e o resultado não foi grande coisa.

  2. Lá estão os tais fantasmas… Não digo que se nacionalize tudo sem critério. Só acho que certas coisas deviam ser estatais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s