O meu novo (Super) Herói preferido:

WFC-00023

Walter Kovacs AKA Rorshach.

Não há nada que este tipo faça que seja descabido ou suave. É a intransigência em pessoa e a brutalidade em 1.60 metros de altura. “Nunca transigir. Mesmo em frente ao Armagedão, nunca transigir”. Isto valeu-lhe uma desatomização corporal com a cortesia do Dr. Manhattan, mas tudo por um bem maior. Não há superpoderes, não há um esqueleto de adamantium, não há qualquer poder psíquico; aliás, a imagem em cima não mostra sequer um sofisticado aparelho lança-chamas escondido numa luva, muito pelo contrário: é somente um fósforo aceso à frente de um spray ambientador, ou algo do género. Kovacs é apenas um ser humano perfeitamente normal – exceptuando obviamente o distúrbio de personalidade – que decidiu, em alguma parte da sua negra vida, nunca ceder ao mundo real um único palmo de terreno das suas convicções. Um rijo, portanto.

Já agora, o Filme

O filme, Watchmen, então está uma delícia. A banda sonora da época, o background do grupo de justiceiros, a fotografia, os diálogos, tudo num nível muito acima do que os típicos filmes de super-heróis nos habituaram. Estes heróis são pessoas – tirando o Dr. Manhattan que foi promovido a entidade incorpórea – com problemas de pessoas e idiossincrasias de pessoas – mesmo o espectral Manhattan tem problemas com a mulher. Se não viram, vejam.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s