Dois filmes que vi e…

Aprovo. Não é bem um conselho do género “veja que são giros”, é mesmo um “veja se não tiver nada melhor para fazer”. O  primeiro é realmente muito melhor que o segundo. Muito suspense, muito desespero, dois grandes protagonistas (o pai e o filho), e o facto de nunca chegarmos a perceber o que se passou com a Terra – cataclismo nuclear?, uma treta qualquer natural? – traz alguma plausibilidade à coisa, o que faz com que quase nos imaginemos na pele daqueles dois esfomeados errantes.

O segundo pensei eu que estaria relacionado com a série Invasão que a a RTP transmitiu durante um tempo, até alguém na Warner decidir que os telespectadores se contentavam com 22 episódios e só por isso, por ser tão curta, é que foi uma maçada. Acontece que o Invasão filme não tem nada a ver com a Invasão série, tirando o facto de que o primeiro é um cópia ranhosa da segunda. Os 22 episódios da série ficam incrivelmente curtos quando comparados com a previsibilidade do filme. Nem a carinha laroca da Nicole compensa. Portanto, se acha que um vírus extraterrestre a entrar por um gajo adentro, mudar-lhe o ADN e integrá-lo numa superconsciência universal é uma boa história, mais vale ver a série do que o filme. A menos que esteja com alguma pressa: 2 horas, parecendo que não, sempre passam mais rápido que 22.

E agora, dois filmes que vou ter que sacar da net porque o cinema em Arraiolos fecha no Verão e o cinema a sério mais próximo fica quase noutro fuso horário:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s