Sortidos – Lisbon Edition

Tenho para mim que a cidade de Lisboa possui uma alma e que essa alma me detesta visceralmente. É decerto uma cidade solarenga, reluzente e bonita quando não estou pelas redondezas. Todavia basta esta cabecinha congeminar a ideia de por lá um dos pés e é vê-la de testa franzida a vociferar e a cuspir água que deusadá. Não satisfeita ainda se deixa alagar, a puta. Como se os 800 anos de obras contínuas não tivessem já resolvido o problema do escoamento pluvial.

* * *

O tango é a dança que melhor encarna a sensualidade. Isto é praticamente um axioma, mesmo para um bailarino clássico que goste de homens. Porém, as calçadas húmidas como as do Bairro Alto, por mais românticas que possam parecer – e nem parecem assim tanto – devem ser evitadas como piso para a prática de dança, muito menos do tango. Mesmo que dance mal. Sobretudo se dançar mal. Vinho rosé manhoso e vodca com limão também são desaconselhados.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Sortidos – Lisbon Edition

  1. Pois é. Mas nem quero imaginar o que teria acontecido se andasse com as tais botas a dançar o tal tango ranhoso.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s