Visto e recomendado: Time Bandits

Ah, o prazer de contar histórias. Os Ladrões do Tempo, em português imperial, longe de ser uma obra prima de Terry Gilliam, é ainda assim uma obra assombrosa. O simples nome Gilliam devia fazer com que qualquer mortal olhasse o infinito em busca do fantástico. E porque não? Tim Burton ao pé deste gajo quase parece aquele miúdo mimado com os brinquedos mais caros com que toda a gente quer brincar. Já Gilliam cola-se mais à metáfora do miúdo pobre que com uma lata de sardinhas vazias e um bom pedaço de arame consegue construir um universo inteiro. Não devia comparar estes dois, mas é para ficarem com uma ideia da coisa.

Os Ladrões do Tempo é uma história fabulosa e inerte. E inerte porquê? Não pretende mudar o mundo, pretende apenas mostrar até onde a imaginação pode ir. Não faz sonhar com um mundo onde um grupo de anões saltita entre épocas diversas para roubar tesouros à Humanidade, mas faz pensar que afinal uma boa história pode ser muito mais simples do que se possa pensar. Ah, o prazer de contar um história é espantoso, não é, Terry? O filme é de 1981 – sim, os 80 não é só Chuck Norris, Charles Bronson e a Balada de Hill Street – o que faz com que os efeitos especiais e sonoros fiquem muito atrás do que estamos habituados, nós, criaturas exigentíssimas do século XXI, mas como disse ali em cima “uma lata de sardinhas vazias e um bom pedaço de arame consegue construir um universo inteiro“.

No entanto, se acha que o Eat, Pray and Love é o filme da sua vida, desaconselho vivamente o Time Bandits. Veja antes a novela da noite da SIC que brasileiras tesudas a falar italiano é coisa infinitamente mais interessante.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s