Duas coisas que vieram dos 80’s e fizeram muito bem

Da primeira tenho a dizer que gostei desmesuradamente dos fatinhos das meninas, em especial da Olivia que fica um mimo com aquele corte de cabelo. Gostei também dos Daft Punk e de toda a banda sonora. Não gostei das lamechices de algibeira e da dormência de Kevin Flynn, ele que 20 anos antes tinha incitado Tron e companhia a rebelarem-se contra o Sistema. Tron: Legacy é uma tarte de framboesa para a vista e acaba aí.

Da segunda, tenho a dizer que a série primogénita tirou-me o sono vezes sem conta e acagaçou-me de morte outra tantas. Naquele terceiro andar no Seixal era estritamente proibido ver aquilo se eu estivesse na sala e em Campo Maior era exactamente a mesma bitola. A nova série, por contraponto com a primeira, colou-me ao ecrã como não há muitas que o façam. É um facto que tenho propensão a apaixonar-me pela ficção científica, ainda para mais quando mete extraterrestres malévolos, mas não minto quando digo que o raio da série é boa. Não tem a profundidade de Battlestar Galactica, nem o suspense da Invasão, mas está muito bem enjorcada sim senhor.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s