Há Clios e Clios, ó palhaço!

A cabecinha abençoada do Francisco Assis, escondida atrás das lunetas e daqueles olhinhos pequeninos – só poderiam ser pequeninos os olhos de quem vê o mundo tão pequenino -, proferiu aquela barbaridade desdenhosa dos Renault Clio e desde então que não me sai da cabeça. Fica longe de ser um comentário inocente e bem perto de uma visão digna do maior desprezo. Então que mal faria aos deputados socialistas andarem de Clio? Aposto que a malta dos PCP, BE e Verdes não vão de Audi nem BMW para a Assembleia da República (pelo menos não todos) e não são menos pessoas por isso. A visão do Assis e da maioria das criaturas infames que se sentam naqueles cadeirões de madeira lustrosa reflecte os resquícios do marialvismo da função pública, tantas vezes satirizado por Gogol e por outros da mesma craveira, remanescente da Primeira República e do inolvidável Estado Novo. Quem manda tem que andar bem montado, não interessando o dinheiro que é preciso para selar essa montada, muito menos se for dinheiro dos contribuintes. Quem manda tem que se pavonear no seu cavalo dourado em frente da populaça que puxa a mula enlameada que por sua vez puxa o seu pão da terra, ou dos RSIs e demais subsídios, pouco importa, o que importa é que é a plebe que puxa a sua montada neste país de brincar. E vamos ver até quando.

Estamos tão mal servidos de políticos que a alternativa óbvia ao governo de direita são gajos que têm nojo de Clios. Pelamordedeus, não há uma praga bíblica que caia em cima desta gente?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s