“Here we are now, entertain us…”

tumblr_lelvomkjXr1qe0eclo1_r6_500

Chegámos a 2013, Muitos pensaram que nunca chegaríamos, mas chegámos. Não me querendo alongar naqueles balancetes afoleirados que se costumam fazer nestas alturas, diria que o ano transacto foi um ano de sementeira. Andou-se muito tempo de rabo no ar a colocar com cuidadinho pequeninas sementes numa terra um tanto insalubre. Vi algumas dessas sementes mirrar ao simples contacto com a terra, outras ainda se aguentaram um bocado mas foram dar ao mesmo, todavia outras há que começam a fazer despontar frágeis rebentos ao sol. Ora, chegando a 2013, contra todas as expectativas dos maias, ou da Maya, ou o raio que o parta, a única coisa que resta é cuidar desse nabal e fazê-lo crescer rijo e forte. Sem água de mais nem de menos, sem sol a mais nem a menos, não o proteger demasiado mas evitar a todo o custo que a burra chegue às filhozes e o gato às couves, e vice-versa. Agora começa o trabalho a sério com a distinta característica agrícola, para bem da metáfora: se isto der merda não haverá colheitas este ano.

Bom 2013 a todos.

Obrigado, conlicença.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s